MALAS DE DINHEIRO

Mala de Dinheiro - Foto Capa - Horizonta

A sátira performativa articula crítica de gestos que aderem ao mundo regido pelo poder, dinheiro e fetiche da mercadoria, traduzindo perplexidade diante de um tempo de desencontro entre desejo, pensamento e ação.

Vídeo realizado durante a oficina Criação cênica performativa – tempo de urgência, produzida pelo projeto Mirateatro, em 2017, com edição em 2020.

Para assistir ao vídeo, clique aqui ou no folder da videoarte acima.

 
FICHA TÉCNICA

Performance

Eduarda Andrade

Giovana Adoracion

Maristela Marinho

Nanci de Freitas

Direção

Nanci de Freitas

Texto

Fernando Bonassi

Fragmentos da crônica Malas de Dinheiro

Publicada no jornal Folha de São Paulo, Ilustrada

12 de julho de 2005

Câmera

Pedro Henrique Borges

Edição

Jessica Formigoni

Divulgação de lançamento

Julia Esquerdo

Produção

Mirateatro! Espaço de estudos e criação cênica

Laboratório de Artes Cênicas

ART UERJ

Teaser de divulgação: Julia Esquerdo

 
FRAGMENTOS DA CRÔNICA MALAS DE DINHEIRO
FOLHA DE S. PAULO, TEXTO DE FERNANDO BONASSI

A mala de dinheiro fará os paralíticos levantarem, os cegos enxergarem e os políticos trabalharem! A mala de dinheiro transformará fascistas imemoriais em revolucionários radicais! A mala de dinheiro dará à revolução o que ela merece, ou precisa. A mala de dinheiro transformará a Faixa de Gaza em faixa de gozo; deslocará o São Francisco para dentro do sertão e o sertão para o Japão, ou apenas para o mar, onde sempre quis estar.
(...)

A mala de dinheiro eliminará as rugas do rosto, curará o câncer do tempo e construirá a reputação dos deputados prostitutos disputados na ocasião, comprando votos, vetos, projetos ou dejetos.
(...)

A mala de dinheiro garantirá o orgasmo infinito por mil e uma noites de orgia. Você comprará todo o amor que não pode ter de graça com uma mala de dinheiro! Você ajoelhará diante da mala de dinheiro, lamber-lhe-á os fechos e fivelas sem receio, como se fossem o antigo seio esplêndido da madrasta junto ao berço.
(..)

A mala de dinheiro poderá ser abandonada distraída, mas jamais será esquecida por inteiro, já que uma mala de dinheiro bem guardada poderá ser arremessada no ventilador de nossa História. Uma mala de dinheiro é apenas uma mala de cruzeiros, de cruzados ou de verdadeiros reais safados combinados para não se conhecerem em situações de emergência ou desespero.

(...)

A mala de dinheiro encherá o saco de felicidade! Nossas malas de dinheiro provocarão inveja e ojeriza no mundo inteiro! A mala de dinheiro nos livrará de todo o mal. Amém.
 

PS.: Problema. Para cada mala de dinheiro, há milhões de carteiras vazias...

Fragmentos da crônica de Fernando Bonassi

Publicada no jornal Folha de São Paulo, Ilustrada

12 de maio de 2005

Para acessar o texto completo, clique aqui

Teaser de divulgação: Julia Esquerdo

 
EDIÇÃO DO VÍDEO MALAS DE DINHEIRO
Foto da Jessica Formigoni..jpg

Jessica Formigoni é artista visual e editora de vídeo. Graduou-se em Bacharelado em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UERJ (2019) e estudou cinema na Escola Darcy Ribeiro (2021), no curso Montagem e Edição de Imagem e Som.  Na UERJ, integrou a equipe do Mirateatro, em 2018 e 2019, como bolsista de extensão, atuando na edição de vídeos, assistência de produção e programação visual. Criou a logomarca do Laboratório de Artes Cênicas e atualizou a logo do Mirateatro, criada anteriormente por Fabricio Gabriel. 

 
APRESENTAÇÃO DE MALAS DE DINHEIRO
POR NANCI DE FREITAS
Apresentando a Videoarte Malas de Dinheiro, por Nanci de Freitas

Este vídeo foi veiculado no Instagram do Mirateatro (@mirateatro_art_uerj). A videoarte descrita está localizada nas plataformas Instagram e Youtube do Mirateatro.

Clique na imagem abaixo para acessar o vídeo através do canal do YouTube do Mirateatro

Apresentação Malas de Dinheiro por Nanci